Dietas

As dietas fornecidas pelo laboratório devem ser seguidas rigorosamente ou podem ser alteradas?

As dietas fornecidas devem ser seguidas com rigor. Elas visam evitar o consumo de substâncias que interferem em alguns exames ou incluir na alimentação quantidades determinadas de outros alimentos que propiciam a correta interpretação do exame pelo seu médico.

As dietas recomendadas implicam sempre em diminuição na quantidade de alimentos?

Não. Em alguns casos recomenda-se diminuir ou evitar certos alimentos. Enquanto em outros, o consumo de um dado alimento pode ser obrigatório, podendo haver recomendação de quantidades determinadas.

Como devem ser interpretadas as recomendações contidas nas dietas?

Seguem abaixo alguns exemplos:

- Se está escrito para evitar determinado tipo de alimento, este não deverá ser consumido, mesmo que em pequenas quantidades.
Exemplo: para alguns exames deve-se suspender alimentos contendo baunilha alguns dias antes.

- Se está escrito para que se consuma no mínimo determinada quantidade de um alimento, deve ser ingerida a quantidade especificada ou mais.
Exemplo: para determinado exame deve-se ingerir no mínimo 150 gramas de carboidratos (açucares) alguns dias antes. Ou seja, devem ser ingeridos 150 gramas ou mais. Nunca menos.

- Se está escrito para que se consuma á vontade determinado alimento, ele é permitido e sem ressalvas quanto à quantidade. No entanto, deve-se estar atento às recomendações de como ele deva ser utilizado ou preparado.
Exemplo: para determinado exame libera-se para consumo, à vontade, caldo de feijão ou feijão bem amassado (não é recomendável ingerir os grãos de feijão inteiros), alguns dias antes.

- Se são especificadas quantidades exatas de determinados tipos de alimento, este não deve ser consumido nem a mais nem a menos do que o indicado.
Exemplo: para determinado exame recomenda-se ingerir, além da alimentação normal, uma quantidade fixa de gordura, alguns dias antes.

O que é a dieta habitual exigida por certos exames?

É a que você costuma comer no seu dia-a-dia. Portanto, essa instrução significa apenas o seguinte: não mude a alimentação.

Se o meu médico der uma orientação diferente das fornecidas pelo laboratório, qual seguir?

As orientações fornecidas pelo laboratório servem como um padrão de orientação sobre as condições ideais para a realização dos exames. No entanto, o médico pode se deparar com situações que exigem condições especiais. Assim, sempre que o médico fizer uma orientação especial, esta deve ser seguida. O ideal é que esta orientação venha por escrito no pedido médico.